21
jun.-2015

Buenos Aires – A cidade dos Portenhos.

A Cidade dos Portenhos.

A Cidade dos Portenhos.

A grande cidade autônoma de Buenos Aires já fazia parte dos meus planos de viagem. Mas foi num súbito momento que estava em Londres, que decidi pegar um vôo e partir rumo a Cidade dos Portenhos. Achei tudo aquilo fantástico, pois seria a primeira vez que atravessaria por todo o Brasil, sem nele parar um segundo (Vôo de Londres – Heathrow para Buenos Aires).

Cheguei ao Bairro de Palermo na tarde de sábado e fui para a casa de uma Sra. que achei num destes sites de acomodação. Já fiquei muito contente de imediato, pois a casa tinha todo um toque Francês no seu estilo, com suas ruas e vielas típicas de um bairro boêmio.

Bairro tradicional da cidade

Bairro tradicional da cidade

Decorações na porta das Lojas

Decorações na porta das Lojas

Há indícios de que o Bairro de San Telmo seja o mais antigo da cidade e em seguida o bairro “la Boca”. Pois era por lá que chegavam as embarcações de trigo de toda a Argentina. Em San Telmo, encontrei a linda “Parroquia de San Pedro González Telmo”, que é considerada uma das mais antigas da cidade. Com um acervo sacro muito rico e uma imponência no bairro. Fica bem próximo a tão famosa feira de San Telmo. A Paroquia foi construída pelas missões Jesuítas e na frente da paroquia esta a Imagem de San Telmo. Uma atenção especial ao púlpito e ao órgão tubular as lindas pinturas do século XVIII.

Buenos Aires tem uma enorme concentração de livrarias , Teatros e bancas de Livros.

Encontrada por todas as partes da cidade

Encontrada por todas as partes da cidade

Palácio das Águas Corrientes.

Este Palácio é realmente muito interessante. Esta localizado na esquina entre as Avenidas Cordoba e Montevideo, sendo um local que tem um inusitado museu Sanitário. Foi inaugurado em 1894, sendo que sua construção teve inicio quase uma década antes. Coberto por mais de 300.000 peças de Terracota trazidas do Reino Unido, o prédio com seu estilo eclético atravessa arquitetura do Segundo Império Francês e renascentista.

BUE__22

Palacio das Aguas Corrientes

Obra feitas por crianças nas escolas e trazidas ao Palácio

BUE__28 BUE__30

O cemitério La Recoleta.

O cemitério “La Recoleta” foi inaugurado no dia 17 de Novembro de 1822 tornando-se o primeiro cemitério publico da cidade de Buenos Aires, e o mais histórico monumento artístico e histórico do País.

Lindo cemitério Recoleta

Abóbada no cemitério


Um dos pontos turísticos da cidade

Local de descanço de várias personalidades argentina

O grande responsável pela criação do mesmo, foi o Governador Martín Rodriguez e o seu ministro Bernadino Rivadavia.
O interessante é que as duas primeiras pessoas a serem enterradas no cemitério, foram os negros  libertados, Juan Benito e Maria Dolores Maciel.
O cemitério possui 54,843 metros quadrados 4,800 sepulturas. Descansam na Recoleta os protagonistas mais relevantes da historia  argentina. Políticos, militares, estadistas, exploradores, sacerdotes, escritores, poetas, esportistas e artistas jazem ali em seu silencioso testemunho tributado hoje pela presença de milhares de visitantes tanto argentinos quanto estrangeiros.

A entrada ao cemitério é gratuita e está aberto todos os dias das 7am as 18hrs. O acesso ao publico acaba 15 minutos antes do fechamento. Como você estará ingressando em um cemitério, a consideração aos mortos é uma obrigação, manter o silencio e a decência.
Um dos túmulos mais visitados no cemitério é sem duvidas o de Evita Peron e eu não poderia nunca deixar esta oportunidade passar batida. Dentre ela, existem muitas personalidades que ali foram sepultadas e vale a pena conferir a historia de cada um deles.

Umas das grandes personalidades argentina

Sepultura da Familia Duarte – Evita Peron

 

0

 likes / 0 Comments
Share this post:

comment this post


Click on form to scroll

Archives

> <
Jan Feb Mar Apr May Jun Jul Aug Sep Oct Nov Dec
Jan Feb Mar Apr May Jun Jul Aug Sep Oct Nov Dec